Depositphotos_27233321_xl-2015.jpg

O processamento auditivo refere-se à eficiência e à efetividade pelas quais o sistema nervoso central utiliza a informação auditiva. Uma falha neste processamento neural dá origem a um transtorno do processamento auditivo (DPAC). Por sua vez, este transtorno pode levar ou estar associado a dificuldades de linguagem, aprendizagem e funções da comunicação.

Vale ressaltar que o DPAC não diz respeito a acuidade auditiva, e sim, no processamento dos sons.

Quais são os sinais?

Mostra-se excessivamente desatento;
Apresenta reações para sons intensos;
Tem uma reação lenta ao responder a estímulos auditivos (latência das respostas);
Tem dificuldade na localização sonora;
Tem dificuldade em acompanhar uma conversa quando as pessoas falam ao mesmo; e/ou em ambientes barulhentos.

Troca letras na escrita principalmente as surdas/sonoras

Pode apresentar dificuldade escolar entre outros...

 

O treinamento auditivo das habilidades alteradas é realizado por um fonoaudiólogo, e é de extrema importância para a evolução global do paciente.

 

Voltar