Violência doméstica e divórcio dos pais, podem agravar quadros de TDAH


A PESQUISA

Título original: Associations Between Adverse Childhood Experiences and ADHD: Analysis of the 2011 National Survey of Children’s Health​

Onde foi divulgada: encontro anual da Sociedade Acadêmica de Pediatria, no Canadá.

Quem fez: Nicole M. Brown, Suzette N. Brown, Miguelina German, Peter F. Belamarich e Rahil D. Briggs.

Instituição: Faculdade de Medicina Albert Einstein e Hospital Infantil do Brooklyn, nos Estados Unidos.

Resultado: Experiências adversas recorrentes na vida da criança, como violência doméstica e divórcio dos pais, podem agravar quadros de TDAH ou contribuir para o aparecimento do transtorno.

Os pesquisadores utilizaram dados concedidos pelos pais de 65 680 crianças e adolescentes com idades entre 6 e 17 anos sobre questões como diagnóstico do TDAH, sua gravidade, uso de medicamentos e experiências adversas que os filhos teriam passado. Entre elas estavam tópicos sobre pobreza, divórcio, morte de um dos pais ou responsável, violência doméstica, violência no bairro, abuso de substâncias, encarceramento, doença mental de algum familiar e discriminação.

Fonte: Revista Veja


29 visualizações
Unidades
site-1.png
sala-01.jpg
006.jpg
IMG_1890.jpg
site-5.png
site-4.png
Entre em contato

rezendecoelho@ymail.com

Fone: (31) 2531-6652

Watsapp: (31) 99209-5833

 

 

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • blog