Depositphotos_375634780_XL.jpg

Avaliação e Intervenção de
Terapia Ocupacional

O foco principal da atuação da terapia ocupacional (T.O) está relacionado à promoção da melhora do desempenho ocupacional dos indivíduos. Na infância temos ocupações importantes e significativas como as atividades básicas de vida diária e as atividades instrumentais de vida diária, que podem incluir:

  • Banho

  • Alimentação

  • Vestir e despir roupas, sapatos e acessórios

  • Higiene pessoal

  • Uso do banheiro

  • Descanso e sono

  • Atividades escolares

  • Brincar

Algumas crianças podem apresentar dificuldades para realizar alguma dessas ocupações.

Algumas crianças podem apresentar dificuldades para realizar alguma dessas ocupações.

 

O terapeuta ocupacional é o profissional habilitado para identificar, diagnosticar e tratar indivíduos com limitações ou dificuldades nas ocupações, sejam elas causadas por alterações físicas, neurológicas, cognitivas, sensoriais, ortopédicas, ambientais ou sociais.

 

Objetivo

Identificar quais as dificuldades no desempenho ocupacional da criança e elaborar um plano de intervenção específico que auxilie no alcance ou melhora do desempenho das tarefas identificadas.

 

Duração

O tempo de avaliação é de aproximadamente 4 (quatro) encontros, sendo 3 (três) para avaliação direta da criança e aplicação de protocolos com a família, e 1 (um) encontro destinado para a entrega dos resultados do processo avaliativo. Esse padrão pode se modificar dependendo das particularidades de cada caso.

 

Frequência

A duração e frequência das sessões será determinada mediante os resultados encontrados no processo avaliativo, seguindo a recomendação da terapeuta e respeitando a preferência da família.

 

Horários

Terça-feira e quinta-feira, de 08h a 12h.

fernanda.jpg

Fernanda Iscorsoni Teodoro Antunes:

Terapeuta Ocupacional pela UFMG. 

Aperfeiçoamento em Reabilitação infantil.

Mestranda em Ciências da Reabilitação.